O DECLÍNIO DAS NARRATIVAS COMO SILENCIAMENTOS CONSTRUÍDOS: SINTOMAS DO ANIQUILAMENTO DO PASSADO SEGUNDO WALTER BENJAMIN
PDF

Palavras-chave

Walter Benjamin. Experiência e Pobreza. Morte das Narrativas.

Como Citar

Rocha, C. de J. (2022). O DECLÍNIO DAS NARRATIVAS COMO SILENCIAMENTOS CONSTRUÍDOS: SINTOMAS DO ANIQUILAMENTO DO PASSADO SEGUNDO WALTER BENJAMIN . Revista Contemporânea, 2(1), 108–128. Recuperado de https://revistacontemporanea.com/ojs/index.php/home/article/view/73

Resumo

O artigo articula o declínio das narrativas, relatado por Walter Benjamin, como silenciamentos construídos, para encobrir a voz e ação de determinados grupos sociais. No esquecimento dos que ficam à margem da história, se constroi o apagamento da memória, imponfo a preponderância das narrativas dos vencedores. O artigo inicia inferindo os sintomas do aniquilamento do passado, pelo apego à ideia do progresso, que produz os escobros sobre os quais se acumulam as pilhas dos vencidos; Tem sequência com o debate sobre a pobreza da experiência, aniquilada no mundo completamente transformado pela barbárie das guerras mundiais, onde o ‘minúsculo e frágil corpo humano’ se depara com toda a ostentação dos aparatos bélicos da guerra mecanizada. E finaliza problematizando a decadência da arte de narrar, que nega testemunho e testamento sobre os acontecimentos do passado. O método utlizado na construção do artigo foi o bibliográfico, sobre as obras Experiência e Pobreza (1933); Teses sobre o conceito de História (1939); O Narrador (1936) e comentadores como Gagnebin (2006; 2012); Löwy (2005) e outros.

 

PDF